departamento pessoal

– Auditoria nos Procedimentos de Departamento Pessoal: A auditoria nos procedimentos das rotinas do departamento de pessoal se faz necessário para a empresa certificar-se que a metodologia utilizada é correta sempre existe pontos carentes de melhoria. A auditoria deve ser realizada como uma atividade de apoio aos membros do departamento de pessoal, levantando os pontos a serem melhorados e implementados em Processos de Admissão, Duração de Trabalho e Descanso, Desligamento de empregados, Contencioso, Folha de pagamento, Segurança e medicina do trabalho, Férias, Décimo terceiro salário, Terceirização, sempre buscando atender a legislação (CLT) e convenções de cada categoria.

– Processo de admissão: Pesquisas indicam que o funcionário decide se vai querer ou não trabalhar para uma empresa com base no que acontece no seu primeiro ano de convivência. E os primeiros dias tem uma importância muito grande nesta decisão. Portanto, fazer um processo de admissão sem ruídos é essencial. Para isso se faz necessário a criação de procedimentos eficazes e que não demandem muito tempo do setor de Departamento Pessoal. Pontos a serem analisados: Solicitação dos documentos, Contrato de Trabalho, Acordo de Compensação de Horas, Solicitação de Vale transporte, Dependentes para salário família e IR, exames admissionais, abertura de conta para recebimento de verbas salariais, apresentação do organograma da empresa e Normas Internas, encaminhamento para treinamentos de admissão.

– Duração do trabalho e descanso: Um dos assuntos mais questionados é o da duração do trabalho: quanto tempo o trabalhador pode ficar à disposição do empregador; a quantidade de horas extras permitidas pela legislação; a jornada noturna e outras questões que derivam desse tema. Será analisado a Convenção Coletiva e adequar a empresa a ela, em que se refere jornada de trabalho, quantidade de horas extras, banco de horas, intervalos Inter jornada e intrajornada, períodos noturnos e escalas de revezamento.

– Folha de pagamento: O processamento da Folha de Pagamento é uma das poucas tarefas que estão invariavelmente associadas a cada organização de negócio, independentemente de seu tamanho e a sua força no mercado corporativo. A Auditoria se faz necessária, para identificar inconsistência nos em cálculos, os quais podem acontecer devido a parametrização de sistema, interpretação de leis e convenções, lançamentos. Resultando em insatisfação do colaborador, Guias recolhidas erroneamente e passivo trabalhista.

– Segurança e medicina do trabalho: As Normas Regulamentadoras – NR, relativas à segurança e medicina do trabalho, são de observância obrigatória pelas empresas privadas e públicas e pelos órgãos públicos da administração direta e indireta, bem como pelos órgãos dos Poderes Legislativo e Judiciário, que possuam empregados regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho – CLT. A consultoria analisar os documentos PPRA (Programa de Prevenção de Riscos Ambientais), LTCAT  (Laudo Técnico das Condições do Trabalho) e PCMSO (Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional), fichas de entrega EPI (Equipamento de Proteção Individual), atividades Insalubres e Perigosas, CIPA, PPP (Perfil Profissiográfico Previdenciário), elaboração de OSSMT (Ordem de serviço de segurança e medicina do trabalho), exames médicos (admissionais, periódicos, retorno ao trabalho e demissionais).

– Férias: Férias é o período de descanso anual, que deve ser concedido ao empregado após o exercício de atividades por um ano, ou seja, por um período de 12 meses, período este denominado “aquisitivo”. Em torno deste assunto pairam muitas dúvidas, principalmente no que diz respeito a férias coletivas, médias variáveis, gozadas ou indenizadas. A consultoria identifica juntamente com a Diretoria da empresa qual sua necessidade e aponta o caminho correto, sempre auxiliando no esclarecimento de dúvidas.

– 13º Salário: Ou Gratificação Natalina, dividida em duas parcelas, que em sua base de cálculo estão salário base, horas extras, insalubridade/periculosidade, adicional noturno e outras gratificações.

– Desligamento de colaboradores: Fazer este processo de desligamento sem planejamento poderá ocasionar ônus desnecessários às empresas. Deve-se observar vários fatores, como: data base, estabilidade, financeiro. É um trabalho que deve ser feito em conjunto com o RH, para poder garantir um desligamento eficiente e tranquilo, para não prejudicar a imagem da empresa no mercado e dificultar futuras contratações.

– Outros:
• Configuração e parametrização de sistema operacional de folha de pagamento;
• Capacitação de um assistente para operacionalizar o departamento;
• Orientando os gerentes e Diretores quanto à aplicabilidade de medidas de punição disciplinares;
• Acompanhamento sistemático e análise a legislação trabalhista e previdenciária, fazendo as recomendações para a formulação das políticas da empresa nessa área, visando à redução dos conflitos nas relações de trabalho;
• Elaboração e implantação do Regulamento Interno em conjunto com Consultoria de RH;
• Realização de Acordos Coletivos entre funcionários e Sindicatos;
• Elaboração de Contrato de Aprendizagem e acompanhamento do Projeto Aprendiz;
• RAIS e DIRF.

CONHEÇA MAIS SOBRE ESTAS SOLUÇÕES

Preencha os campos abaixo e entraremos em contato para mais esclarecimentos

Fechar Menu