Motivação: Receita ou Estado de Espírito?

Renove consultoria empresarial Motivação: Receita ou Estado de Espírito?

A palavra motivação, amplamente difundida no mundo das organizações, pode ser definida de maneiras diversas, mas não há nessas definições uma receita de bolo que faça com que uma ou outra pessoa fique motivada. Isso acontece porque motivação é proporcionada por coisas que possuem valor e significado diferentes para nossas vidas, que imprimem momentos e condições que julgamos agradáveis, felizes e realizadores. É o conjunto formado por benefícios, incentivos, ampliação de oportunidades e capacidades percebidos por cada um.

Então, uma pessoa pode dizer que é motivada para uma determinada coisa e outra dizer que aquilo para ela não traz motivação. Algo pode estimular a motivação de um e não estimular a motivação de outro.

Mas, parece então uma encruzilhada? O que fazem os gestores para que sua equipe seja sempre motivada? O que normalmente é percebido pelas pessoas como fator de motivação?

Busque em seu círculo de amizades as pessoas que adoram fazer um bom churrasco. Todas gostam de estar à frente da churrasqueira? Todas gostam de servir? Gostam de preparar as bebidas? Normalmente, cada um ou cada dupla se identifica mais com uma determinada atividade no “ambiente churrasco” e como é uma situação de extremo prazer, é bom que cada um faça o melhor, com o que de fato goste de fazer. Da mesma forma, no futebol, onde cada um se identifica mais com uma posição que com outra, na cozinha, em que um gosta de preparar, outro de servir e outro, só de comer.

Tudo aquilo que foi mencionado com “identifica-se” pode ser entendido como fator de motivação. O importante é cada pessoa se conhecer e saber o que a motiva. Sabe o que você faz sem sacrifícios, feliz, que flui rapidamente e que normalmente você alcança resultados acima da média? Isso é o que mais lhe motiva! Lembra-se do gosto pelos desafios? Da sensação de dever cumprido, de trabalho bem feito, de “fiz o melhor de mim”? Isso é motivação.

Então, podemos afirmar que o responsável por nossa motivação em uma pequena parte pode ser o ambiente em que estamos, mas na maior parte é o que possui valor para nós e nos faz mais felizes, realizados! Ela é de dentro para fora e não o inverso.

Você já pensou, dentro de seu ambiente de trabalho, o que lhe faz sentir-se motivado(a)? É esse o caminho que você deve perseguir para ser um destaque no que faz. Experimente! Você só tem a ganhar!!!





Solicite Uma Reunião

X